REDUÇÃO DE CONSUMO DE DIESEL EM USINAS TERMELÉTRICAS EM SISTEMAS ISOLADOS UTILIZANDO ORC E ENERGIA ELÉTRICA FOTOVOLTAICA

Humberto Wilke, Electo Eduardo Silva Lora, Osvaldo José Venturini

Resumo


As usinas termelétricas típicas nos Sistemas Isolados são compostas por conjuntos de grupos geradores a diesel operando em paralelo. Somente no Brasil, os sistemas isolados possuem em torno de 230 usinas termelétricas com um consumo diesel de 1,08 bilhão de litros/ano. Assim, como forma de reduzir o consumo de óleo diesel nas usinas dos Sistemas Isolados, nos últimos anos e, principalmente, a partir de 2014, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) vem restringindo os limites de consumo específico de combustível definidos para as usinas dos sistemas isolados. Esta medida obriga as usinas a adotarem unidades geradoras mais eficientes, ou seja, com baixo consumo de combustível, e procedimentos de operação e manutenção para que o consumo mensal de combustível das usinas esteja abaixo do limite máximo permitido. Este artigo estuda a aplicação de alternativas para redução de consumo de combustível em uma usina de 1,8MW de potência instalada. Esta usina foi escolhida por possuir características de potência e de infraestrutura semelhantes a 59% das usinas existentes nos sistemas isolados. Os cenários realizados empregam o Ciclo Orgânico de Rankine (ORC – Organic Rankine Cycle), o qual utiliza a Recuperação de Calor Residual (WHR – Waste Heat Recovery) dos gases de exaustão dos grupos geradores a diesel da usina para produzir eletricidade, juntamente com painéis solares para adição de energia solar fotovoltaica (PV – Photovoltaic) de modo a reduzir o consumo de combustível global da usina.

Palavras-chave


Ciclo Orgânico de Rankine – ORC, Aplicação Híbrida com PV e Sistemas Isolados.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia