ESTUDO DO COMPORTAMENTO E QUALIDADE FÍSICO-QUÍMICA DO ABACAXI SECADO EM SECADOR HÍBRIDO SOLAR-ELÉTRICO

Raphaela Soares da Silva Camelo, dhiego santos cordeiro da silva, Juliana Lobo Paes

Resumo


O Brasil é um dos principais produtores mundiais de frutas, no entanto, ainda há setores que carecem de infraestrutura e tecnologias que tenham como objetivo a diminuição do desperdício das frutas. A adoção de métodos com o objetivo de reduzir essas perdas vêm sendo amplamente estudadas, sobretudo procedimentos ecologicamente corretos. Nesse sentido, com o presente estudo objetivou-se estudar as características físico-químicas e o comportamento de secagem do abacaxi seco em secador híbrido solar de baixo custo. O secador híbrido foi constituído de câmara de secagem, coletor solar e sistema de exaustão. Durante a secagem foram coletados dados de temperatura, umidade e velocidade do ar ambiente e dentro da câmara de secagem. A temperatura, umidade relativa e velocidade do ar de secagem foram respectivamente, 46,8 ºC, 49,8% e 1,0 m.s -1. Foram avaliados o pH, sólidos solúveis totais e o teor de água do abacaxi in natura e após a secagem solar. Após o processo de secagem solar, o abacaxi atingiu 21, 4% de teor de água. De acordo com os resultados obtidos pode-se inferir a viabilidade da utilização do secador híbrido solar sobre produtos secos com características físico-químicas de acordo com a legislação vigente.

Palavras-chave


Secagem solar, Energias alternativas, Secador de baixo custo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia