ESTUDO DA ELEVAÇÃO DE TENSÃO EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA COM ALTA CONCENTRAÇÃO DE GERADORES

Gabriel Luiz Silva Almeida, Patricia Romeiro da Silva Jota

Resumo


A crescente demanda por energia elétrica juntamente com a pressão dos órgãos ambientais pela redução na emissão de poluentes são as principais causas da grande expansão que os sistemas de Geração Distribuída (GD) vêm passando nos últimos anos. Estes sistemas permitem que parte da geração de energia elétrica seja realizada junto aos consumidores, barateando o custo da energia elétrica para o consumidor final e acelerando o crescimento da participação das fontes de energia limpa na matriz energética. Apesar do exemplo alemão de uma rápida adesão à geração fotovoltaica de energia, os sistemas de Geração Distribuída ainda são pouco difundidos no mundo. As regulamentações sobre este tipo de serviço são recentes e muitas vezes não cobrem todas as especificidades, encontrando-se em constante evolução. No entanto, mesmo em mercados como o brasileiro, nos quais é baixa a concentração de geradores conectados às redes de distribuição, o crescimento relativo anual no número de conexões é significativamente alto. A alta concentração de geradores, conectados próximos às unidades consumidoras, no entanto, pode provocar problemas na operação e na estabilidade das grandezas do sistema elétrico. Alguns dos problemas possíveis de serem encontrados neste tipo de sistema são variações na tensão, injeção de harmônicos e danos aos equipamentos. Este trabalho apresenta a ocorrência da elevação de tensão em redes com alta concentração de geradores e sugere soluções técnicas que possam reduzir ou eliminar este efeito, demonstrando ser possível reverter o fluxo de potência ativa sem a presença de elevações de tensão para além dos limites legais.

Palavras-chave


Geração Distribuída, Elevação de Tensão, Redes de Distribuição

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia