AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE GERAÇÃO DE UM SFCR EM UMA UNIVERSIDADE NO SUL DO PAÍS

Bruno Polydoro Cascaes, Letícia Jenisch Rodrigues

Resumo


O objetivo deste trabalho foi a avaliação da viabilidade do uso de SFCR’s, sistemas fotovoltaicos conectados à rede, nos Campi da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, estudando seu potencial de geração de energia e consequente impacto no consumo da Universidade. A partir de imagens de satélite, foram avaliadas as áreas em potencial, e a partir das orientações azimutais, com o auxílio de softwares livres, estimou-se a energia média gerada anualmente. Dentre estes valores, o Campus do Vale se destacou pela área disponível e orientação favorável, tornando-se, assim, o alvo deste estudo. A geração simulada para o Campus do Vale mostrou o potencial para gerar 13% da energia consumida por toda a Universidade ao longo de um ano, utilizando 8.699 painéis, em um arranjo de 2,13 MWp. Além das vantagens financeiras para o usuário, o sistema de geração distribuída permite a troca bilateral de energia entre usuário e distribuidora, reduzindo assim os gastos em infraestrutura de transmissão, que é uma das principais fontes de perda de energia. Desta forma, com os recentes incentivos fiscais, esta área se torna cada vez mais viável.

Palavras-chave


Energia solar fotovoltaica, Sistema fotovoltaico conectado à rede, Potencial de geração em prédios públicos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia