CENÁRIOS DE EXPANSÃO DA GERAÇÃO SOLAR E EÓLICA NA MATRIZ ELÉTRICA BRASILEIRA

André Rodrigues Goncalves, Rodrigo Santos Costa, Fernando Ramos Martins, Enio Bueno Pereira

Resumo


O Brasil, assim como diversos países no mundo, enfrenta uma forte transição energética impulsionada por questões ambientais como o aquecimento global e a poluição urbana. Neste contexto planejar a expansão do sistema elétrico torna-se uma tarefa árdua, face às incertezas políticas, econômicas e mudanças tecnológicas em curso. Dentre as diversas alternativas possíveis algumas soluções já se mostram consistentes, como a diversificação da matriz elétrica através da inserção de novas fontes renováveis como a energia solar e eólica. Este estudo apresenta uma revisão sobre as projeções de crescimento da participação das fontes solar e eólica na matriz elétrica brasileira. São apresentados dados recentes do setor elétrico e da disponibilidade e custo das fontes de energia, além de uma breve discussão sobre a inserção de fontes intermitentes no sistema elétrico. Diferentes cenários produzidos pelo governo são discutidos com base em uma revisão de literatura sobre o tema. Os resultados mostram que apesar da perspectiva crescimento da energia solar e eólica chegando a 26% da matriz na próxima década, mais estudos são necessários para se averiguar a necessidade e alternativas para balanço de carga em horários de ponta, uma vez que a adoção de até 18 GW em termelétricas podem trazer prejuízos às metas de emissões e impacto no custo da energia para a sociedade.

Palavras-chave


Energia Solar, Energia Eólica, Planejamento Energético

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia