GESTÃO DE RESÍDUO FOTOVOLTAICO: REVISÃO BIBLIOGRÁFICA SOBRE O CENÁRIO DE FIM DE VIDA DO SISTEMA

Autores

  • Bárbara Anne Dalla Vechia Konzen UFMG
  • Andrea Franco Pereira

Palavras-chave:

Energia Solar, Gestão de Resíduos, Painéis Fotovoltaicos

Resumo

No Brasil, graças a alta insolação que resulta em grande potencial energético, a capacidade instalada de sistemas de geração de energia solar aumenta exponencialmente a cada ano. Devido a esse crescimento, vêm sendo discutida a obsolescência desse sistema e quais as implicações de seu fim de vida. A Política Nacional de Resíduos Sólidos de 2010 e o Acordo Setorial de Eletroeletrônicos assinado em outubro de 2019, demonstram certa preocupação com a gestão de resíduos e orientam para uma destinação final ambientalmente adequada. Porém, estudos acerca das possibilidades de gestão de resíduos fotovoltaicos aferem certa complexidade à reciclagem do produto e ainda não demonstram unanimidade quanto a qual das alternativas causa menor impacto ambiental. Sendo assim, este trabalho fundamenta-se em uma discussão teórica acerca das possibilidades para o tratamento desse produto em cenário de fim de vida. Por meio de análise de normas vigentes e revisão bibliográfica fundamentada por estudos recentes publicados, desenvolve-se uma discussão quanto ao cenário atual para a gestão do resíduo fotovoltaico.

Downloads

Edição

Seção

Mercado, economia, política e aspectos sociais - Impactos sociais, econômicos e ambientais de energias renováveis