PERCEPÇÃO DE PROFESSORES E ALUNOS SOBRE A INSERÇÃO DO CONHECIMENTO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS NO ENSINO PROFISSIONALIZANTE

Autores

  • Marcelo Florêncio UFABC
  • Federico Bernardino Morante Trigoso UFABC

Palavras-chave:

Energia renovável, Educação profissional e tecnológica, Interdisciplinaridade.

Resumo

Começaram a surgir na sociedade diversas ações e movimentos para aumentar a utilização de energias renováveis. Os recursos naturais são limitados e no futuro o desenvolvimento pode ser definido pelo equilíbrio entre o consumo de energia e o aumento dos impactos ambientais. A energia solar fotovoltaica e a energia eólica já se tornaram uma importante alternativa de geração de eletricidade em diversos países. Entretanto o ensino de energias renováveis ainda não está inserido de forma efetiva no ensino técnico profissionalizante do Brasil. Portanto este artigo mostra os resultados de uma pesquisa que investigou o interesse de alunos e professores do ensino técnico do estado de São Paulo em desenvolver o conhecimento referente a estes processos. A metodologia utilizada baseou-se na realização de um grupo focal com alunos que participaram de atividades extracurriculares referentes ao aprendizado deste conhecimento. Também foi realizada uma pesquisa com um grupo de professores para avaliar a capacidade de desenvolver estas competências e sobre a importância deste tema. A maioria dos professores, 84,78% acreditam que é importante o incentivo governamental para desenvolver estas tecnologias, do mesmo modo que 80,43% concordam totalmente com a inserção do conhecimento de energias renováveis no curso técnico. No grupo focal foi possível identificar a interdisciplinaridade do tema. Os alunos relataram que construíram uma nova percepção sobre energias renováveis e acreditam que é importante para sua vida profissional o desenvolvimento destas competências e habilidades.

Downloads

Edição

Seção

Mercado, economia, política e aspectos sociais - Educação e capacitação em energias renováveis