ANÁLISE DA GERAÇÃO DISTRIBUÍDA PARA O CONTROLE DE TENSÃO E POTÊNCIA REATIVA EM SISTEMAS MODERNOS DE DISTRIBUIÇÃO

  • Henrique Silveira Eichkoff UNIPAMPA
  • Ana Paula Carboni de Mello UNIPAMPA
  • Roberta Carvalho Marques UNIPAMPA
Palavras-chave: Controle Volt/VAr, Geração Distribuída, OpenDSS.

Resumo

A Geração Distribuída (GD) caracteriza-se por produzir energia junto ou próximo ao consumidor, independente da tecnologia, utilizando recursos renováveis ou não-renováveis, proporcionando novas soluções na matriz energética. Entretanto, o uso em excesso dos sistemas de GDs, pode ocasionar problemas na regulação de tensão na rede de distribuição, devido à elevação de tensão ocasionada quando os geradores distribuídos estão em operação conjunta com a rede elétrica, aumentando assim a complexidade de operação do sistema, comprometendo a vida útil de cabos e equipamentos de proteção e controle de tensão. Este artigo tem por objetivo demonstrar a análise da geração distribuída como equipamento de controle de tensão e potência reativa (controle Volt/VAr) em um sistema teste de distribuição. Para isso, utilizou-se os inversores de frequência dos sistemas de GD do tipo fotovoltaica como equipamentos de controle em conjunto com equipamentos tradicionais que geralmente desempenham a função do controle de tensão. Para a obtenção dos resultados, se fez o uso do software OpenDSS (Open Distribution System Simulator), em um sistema teste padrão IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers) de 13 barras. O uso do controle Volt/VAr no sistema teste proposto, regulou a tensão em praticamente todos os pontos em que foram apresentadas violações, além de auxiliar os equipamentos de controle de tensão, reduzindo o número de comutações diárias.
Edição
Seção
Conversão Fotovoltaica - Controle e monitoramento de sistemas fotovoltaicos