AVALIAÇÃO DO SISTEMA DE COMPENSAÇÃO DE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA COM SISTEMAS FOTOVOLTAICOS EM UNIDADES PROSSUMIDORAS RESIDENCIAIS

  • Letícia Toreti Scarabelot UFSC
  • GIULIANO ARNS RAMPINELLI UFSC
  • Carlos Rambo Rambo UFSC
Palavras-chave: Energia Solar, Sistemas Fotovoltaicos, Prossumidores

Resumo

Resumo. Os sistemas fotovoltaicos de geração distribuída apresentam maturidade tecnológica, confiabilidade de desempenho e competividade econômica, tornando-se uma alternativa viável para diversificação e descarbonização da matriz elétrica. No Brasil, há um cenário favorável para a inserção de sistemas fotovoltaicos a partir de políticas combinadas de normatização, certificação, regulamentação e incentivos fiscais e tributários. O sistema de compensação de energia elétrica garante a operacionalidade dos sistemas fotovoltaicos de geração distribuída em unidades prossumidoras. Este trabalho apresenta uma análise do sistema de compensação de energia elétrica a partir do monitoramento contínuo de variáveis energéticas e elétricas de sistemas fotovoltaicos integrados em unidades consumidoras residenciais considerando as características de injeção de energia elétrica na rede de distribuição. As potências nominais dos sistemas fotovoltaicos são de 1,25 kWp e 2,08 kWp e, respectivamente, compensam 80 % e 95 % do consumo anual de energia elétrica das unidades residenciais. A produtividade anual dos sistemas fotovoltaicos varia entre 1.300 kWh/kWp e 1.600 kWh/kWp enquanto que a energia elétrica que é injetada na rede representa uma fração entre 50 % e 65 % da energia gerada.
Edição
Seção
Conversão Fotovoltaica - Controle e monitoramento de sistemas fotovoltaicos