UMA ANÁLISE ESTATÍSTICA COM EMPREGO DE TÉCNICAS DE REGRESSÃO LINEAR MÚLTIPLA PARA A SUAVIZAÇÃO DA VARIABILIDADE DA GERAÇÃO SOLAR FOTOVOLTAICA EM LARGA-ESCALA CONECTADA AO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL (SIN)

  • Gabriel Dantas de Oliveira Rolim UFPE
  • Leonardo José Petribú UFPE
  • Valentin Paschoal Perruci UFPE
  • LUIZ HOMERO CÂMARA MEDEIROS UFPE
  • Olga de Castro Vilela UFPE
  • Alexandre Costa CER-UFPE
Palavras-chave: Energia Solar Fotovoltaica, Regressão Linear Múltipla, Sistema Interligado Nacional

Resumo

A natureza intermitente da geração de energia eólica e solar, cujas participações na matriz elétrica nacional têm aumentado significativamente ao longo dos últimos anos (BEN, 2016), impulsiona a criação de métodos e ferramentas mais sofisticados para a operação da rede elétrica nacional. Simultaneamente, é importante considerar que a distribuição espacial de centrais solares no Nordeste brasileiro, região com o maior potencial solar disponível (ANEEL, 2002) é um fator crucial para a captação do recurso e, consequentemente, para a estabilidade do despacho desse recurso intermitente e com alto grau de incerteza no Sistema Interligado Nacional. Neste contexto, este trabalho apresenta um método simples e eficaz para o estabelecimento da potência nominal de plantas fotovoltaicas, de tal forma a aumentar a suavização (smoothness) do sinal de energia fotovoltaica injetada na rede. Para esse estudo foram considerados 16 locais dispostos na região nordeste do brasil.
Edição
Seção
Conversão Fotovoltaica - Controle e monitoramento de sistemas fotovoltaicos