DESENVOLVIMENTO DE BANCADA PARA MONITORAMENTO DE MÓDULOS FOTOVOLTAICOS EM ENSAIO DE LIGHT-SOAKING

  • Luiz Antonio Piccoli Junior UFRGS
  • Arno Krenzinger UFRGS
Palavras-chave: Energia Solar, Light-soaking, Módulos Fotovoltaicos

Resumo

Módulos fotovoltaicos com tecnologias de filmes finos foram apresentados ao mercado como uma nova geração de módulos e, atualmente, são referenciados como módulos fotovoltaicos de segunda geração. Algumas tecnologias de filmes finos apresentam instabilidade nas primeiras horas de exposição a radiação solar. Estes efeitos motivaram a padronização de um ensaio de exposição solar, do inglês light-soaking, que atualmente é previsto por uma norma internacional de qualificação de módulos fotovoltaicos de filmes finos (IEC 61646). No Brasil este ensaio ainda não é exigido para caracterização de módulos fotovoltaicos. O presente trabalho apresenta o desenvolvimento de uma bancada de testes para monitorar módulos fotovoltaicos durante o ensaio light-soaking com luz solar natural, de maneira que o critério de estabilidade previsto na IEC 61646 possa ser aplicado. Esta bancada conta com uma estrutura de fixação dos módulos, banco de cargas resistivas e programa de monitoramento das variáveis necessárias para a avaliação da estabilidade. Também são apresentados os resultados do ensaio de light-soaking para um módulo fotovoltaico com dupla junção de silício amorfo com silício microcristalino utilizando a bancada de testes desenvolvida. O ensaio foi conduzido durante 55 dias, sendo que a cada minuto o programa registrou dados de irradiância, irradiação acumulada e temperatura dos módulos. O módulo ensaiado apresentou estabilidade conforme a IEC 61646 após 44 dias de exposição solar e 167 kWh/m2 de irradiação acumulada efetiva.
Edição
Seção
Conversão Fotovoltaica - Tecnologias e ensaios de módulos fotovoltaicos