DESENVOLVIMENTO E ENSAIOS DE MÓDULOS FOTOVOLTAICOS INTEGRADOS EM REVESTIMENTOS CERÂMICOS

  • André Possamai Rosso UFSC
  • Marcelo Cristiano Lüdke UFSC
  • GIULIANO ARNS RAMPINELLI UFSC
  • Roderval Marcelino UFSC
  • Vilson Gruber Ufsc
Palavras-chave: Energia Solar, Módulos Fotovoltaicos, Curvas IV.

Resumo

A energia solar fotovoltaica é uma das soluções viáveis e competitivas para inserção de energias renováveis. A geração distribuída com sistemas fotovoltaicos possui características peculiares que permitem uma integração harmoniosa às edificações. Atualmente, existem normativas e incentivos para esta aplicação, tornando o setor atraente para os investimentos. Em um sistema fotovoltaico, o módulo é um dos principais equipamentos, e tem a responsabilidade de converter energia solar em energia elétrica. Muitos edifícios têm fachadas ventiladas como um elemento de conforto térmico e arquitetônico, mas que também podem ser utilizadas para a instalação de módulos fotovoltaicos. As fachadas ventiladas são constituidas de revestimento cerâmico ou vidro. Este artigo apresenta ferramentas para a construção de protótipos de módulos fotovoltaicos, integrados em revestimento cerâmico, aplicados em fachada ventilada. Este componente é instalado em uma planta piloto bioclimática na cidade de Araranguá - SC na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Após o desenvolvimento dos protótipos e sua instalação na fachada ventilada da planta piloto bioclimática, foram realizados testes de exposição à radiação solar e medidas para o levantamento da curva I-V.
Edição
Seção
Conversão Fotovoltaica - Tecnologias e ensaios de módulos fotovoltaicos