AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE GERAÇÃO DE UM SFCR EM UMA UNIVERSIDADE NO SUL DO PAÍS

Autores

  • Bruno Polydoro Cascaes UFRGS
  • Letícia Jenisch Rodrigues UFRGS

Palavras-chave:

Energia solar fotovoltaica, Sistema fotovoltaico conectado à rede, Potencial de geração em prédios públicos

Resumo

O objetivo deste trabalho foi a avaliação da viabilidade do uso de SFCR’s, sistemas fotovoltaicos conectados à rede, nos Campi da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, estudando seu potencial de geração de energia e consequente impacto no consumo da Universidade. A partir de imagens de satélite, foram avaliadas as áreas em potencial, e a partir das orientações azimutais, com o auxílio de softwares livres, estimou-se a energia média gerada anualmente. Dentre estes valores, o Campus do Vale se destacou pela área disponível e orientação favorável, tornando-se, assim, o alvo deste estudo. A geração simulada para o Campus do Vale mostrou o potencial para gerar 13% da energia consumida por toda a Universidade ao longo de um ano, utilizando 8.699 painéis, em um arranjo de 2,13 MWp. Além das vantagens financeiras para o usuário, o sistema de geração distribuída permite a troca bilateral de energia entre usuário e distribuidora, reduzindo assim os gastos em infraestrutura de transmissão, que é uma das principais fontes de perda de energia. Desta forma, com os recentes incentivos fiscais, esta área se torna cada vez mais viável.

Downloads

Edição

Seção

Mercado, Economia, Política, aspectos sociais - Impactos Sociais, Econômicos e Ambientais de Energias Renováveis