ANÁLISE DA COORDENAÇÃO DAS PROTEÇÕES NO SISTEMA ELÉTRICO DE DISTRIBUIÇÃO DE UM CAMPUS UNIVERSITÁRIO COM A INSERÇÃO DA GERAÇÃO SOLAR FOTOVOLTAICA

  • Caio Ribeiro Vieira ENSOLE
  • Raimundo Furtado Samoaio UFC
  • Ruth Pastora Saraiva Leao UFC
  • Siomara Durand Costa Ribeiro ENEL CEARÁ
  • Eudes Barbosa Medeiros Enel
  • Karlos Daniel Menezes e Silva ENSOLE
  • Filipe Ribeiro Parente Garcia Ensole Soluções
Palavras-chave: Proteção, Subtensão, EasyPower®

Resumo

O crescimento da geração distribuída (GD) baseada em sistemas solar fotovoltaicos (PV) tem levantado expectativas no que tange à operação das redes elétricas de distribuição. Impactos quanto à coordenação da proteção são cruciais para a operação do sistema e demandam uma análise minuciosa. Esses impactos podem somente ser estudados por simulação computacional. Este artigo tem como objetivo investigar os impactos da conexão de um sistema solar fotovoltaico em uma rede de distribuição de 13,8 kV de um campus universitário. Para avaliar o impacto sobre a coordenação da proteção da rede do campus universitário foi utilizado o software EasyPower® com geração PV com potências instaladas de 4 MW e 8 MW, constituindo dois cenáros de simulação. Os resultados obtidos das simulações mostraram que os impactos foram significativos com a perda de coordenação da proteção, podendo haver trips indevidos nos religadores. Além disso, com a introdução da geração PV, não houve um aumento apreciável dos níveis de curto-circuito.
Edição
Seção
Conversão Fotovoltaica - Aspectos técnicos de sistemas fotovoltaicos instalados