ANÁLISE DA PRODUÇÃO DE 24 MESES DE UM SISTEMA FOTOVOLTAICO CONECTADO À REDE NO ESTADO DO TOCANTINS

  • Thálisson Câmara Belém IFTO
  • Brunno Henrique Brito IFTO
  • Marcio Serafim de Almeida IFTO
  • Felipe Tozzi Bittencourt IFTO
Palavras-chave: Sistema Fotovoltaico Conectado à Rede, Produção de Energia, Retorno do Investimento.

Resumo

Este artigo tem como principal objetivo estimar a produção de energia elétrica, bem como as perdas envolvidas de um dos primeiros sistemas fotovoltaicos conectados à rede na cidade de Palmas, estado do Tocantins. Para isso, são analisados e comparados os níveis de irradiação solar local fornecidos por cinco bancos de dados históricos, assim como seus valores de medições reais. Analisando-se o histórico de produção do sistema, constatam-se perdas globais que variam de 9% a 18%, quando comparadas às gerações estimadas a partir dos índices de irradiação solar analisados. Os resultados apontam também um fator de capacidade de 19,5%. Além da análise de produção da energia pelo sistema, este artigo também verifica o tempo do retorno do investimento, onde é constatado que o sistema instalado deve ser pago após cerca de 66 meses da data da instalação e após cerca de 45 meses se fosse instalado atualmente.
Edição
Seção
Conversão Fotovoltaica - Aspectos técnicos de sistemas fotovoltaicos instalados