ANÁLISE ANUAL DAS COMPONENTES DIRETA, DIFUSA E GLOBAL DA RADIAÇÃO SOLAR EM PORTO ALEGRE, RS

Autores

  • Adriana Coromoto Becerra Rondón UFRGS
  • Jorge Ricardo Ducati UFRGS
  • Rafael Haag UERGS

Palavras-chave:

Índice de claridade, atmosfera, radiação solar

Resumo

A radiação solar incide na superfície da Terra sob condições atmosféricas diferentes, o que afeta a quantidade da radiação obtida na superfície terrestre durante o dia. A partir da razão entre irradiância global solar medida na superfície e a irradiância no topo da atmosfera (índice de claridade), pode-se estimar a quantidade de radiação solar global incidente em várias condições do céu. Desde março de 2018 a estação solarimétrica da UERGS, localizada na cidade de Porto Alegre - RS (-30.080022, -51.12856) vem registrando dados de radiação solar e outros parâmetros meteorológicos. Neste trabalho analisamos os dados obtidos para as componentes direta, difusa e global da radiação solar e o comportamento da radiação solar em três cenários de nebulosidade (céu claro, cobertura intermédia e nublado) por meio do índice de claridade “Kt”, a partir dos dados diários registrados pela estação durante um ano (março 2018 a fevereiro 2019). Como resultado obteve se, 72 dias com céu claro, 184 dias com cobertura intermédia e 109 dias nublado; com radiação média de 285 W/m2 em dias de céu claro, 187 W/m2 em cobertura intermédia, 76 W/m2 em dias nublados; sendo os meses de novembro e dezembro os que apresentaram a maior quantidade de dias com céu claro. Nos três cenários a irradiância global apresentou um comportamento exponencial conforme aumentou o índice Kt; entanto que, o comportamento da difusa e direta variou conforme o cenário, sendo a relação destas a determinante de cada categoria.

Downloads

Edição

Seção

Radiação Solar - Recursos Solares e Meteorologia da Radiação Solar