ANÁLISE ENERGÉTICA DA EFICIÊNCIA E DO PROCESSO DE SECAGEM DE UM SECADOR SOLAR

Autores

  • Antonio Gomes Nunes UFERSA
  • João Victor Medeiros Rocha
  • Maria Valéria Limeira da Costa Almeida UFERSA
  • Édson Fernandes Chaves Filho UFERSA
  • Leonardo Marques de Freitas UFERSA
  • Adna Queiroz Sales UFERSA
  • João Victor Medeiros Rocha UFERSA

Palavras-chave:

Secador solar, Propriedades termodinâmicas, Eficiência térmica

Resumo

Apresenta-se um secador solar de exposição indireta para determinar a eficiência térmica real e o desempenho do processo de secagem, testado na secagem de banana prata (Musa spp.). O desafio da construção do protótipo esteve em trazer inovações como uma placa absorvedora de energia no interior do coletor solar e um sistema de movimentação do ar de secagem (cooler), acionado por energia solar fotovoltaica. Estas peculiaridades permitiram projetar uma câmara de secagem com características de manter a temperatura do ar de secagem no interior da câmara sem grandes variações e controlar a umidade relativa do ar de secagem na maior parte dos testes entre 20 e 30%, uma vez que, quanto menor a umidade do ar na entrada da câmara de secagem, mais água será retirada do produto, com isto reduz o tempo de secagem. Com essas inovações, o processo de secagem se comportou como nos secadores tradicionais com média da eficiência mássica do processo de secagem em torno de 85%. Também foi desenvolvido um sistema de medição de temperatura e umidade relativa do ar usando Arduino, o que possibilitou a realização do balanço de energia do secador solar, resultando no cálculo do rendimento termodinâmico do secador solar e na obtenção de outras propriedades termodinâmicas do ar de secagem. Os resultados obtidos para o rendimento térmico do secador solar foram em torno de 20%, compatíveis com os descritos na literatura para sistemas de secagem equivalentes que usam apenas energia solar como fonte de energia.

Downloads

Edição

Seção

Conversão Térmica com coletores planos - Sistemas de conversão térmica para aplicações industriais, agrícolas e outras