ANÁLISE DA INICIALIZAÇÃO DE UM COLETOR DE TUBO DE VIDRO EVACUADO COM HEAT PIPE USANDO BANCADA INDOOR

Autores

  • Crisciele Ferreira UFRGS
  • Crissiane Alves Ancines UFRGS
  • Humberto Alejandro Rolon ortiz Ufrgs
  • Arno Krenzinger UFRGS

Palavras-chave:

Energia Térmica Solar, Coletor Solar de Tubo Evacuado, Heat Pipe

Resumo

O uso de coletores solares térmicos podem resultar na economia de energia elétrica ou redução no consumo de GLP. No Brasil a maioria dos sistemas para aquecimento solar da água são os coletores de placa plana. No entanto os coletores de tubo de vidro evacuado apresentam como vantagem em relação aos coletores de placa plana a redução das perdas térmicas para o ambiente por transferência de calor através da condução e da convecção, o que resulta em um desempenho melhor quando aplicado em regiões mais frias. Além disso, o uso de coletores solares com tubo de vidro evacuado com heat pipe podem apresentar um melhor desempenho que o coletor de tubo de vidro evacuado com transferência direta. No presente trabalho avalia-se o desenvolvimento da temperatura na seção evaporativa do heat pipe, bem como o comportamento do mesmo em relação ao período inicial de funcionamento do sistema, já que este pode influenciar no desempenho do coletor. Assim, testes foram realizados para as temperaturas da água circulando no condensador de 25°C, de 29°C e de 40°C e para as potências entregue no evaporador de 45W, de 55W e de 70W em um único tubo. Para tal avaliação foi realizada a montagem de uma bancada para testes indoor, em que um aquecedor elétrico resistivo foi utilizado para simular a incidência solar em um tubo de vidro com heat pipe e um banho térmico foi utlizado para controlar a temperatura da água circulando no cabeçote. Através dos testes realizados identificou-se uma correlação na redução do tempo de inicialização em relação ao aumento da temperatura da água circulando no condensador. Além disso, o aumento da potência dissipada para 70W resultou em uma redução da inicialização em 5 min se comparado à potência de 45W.

Downloads

Edição

Seção

Conversão Térmica com coletores planos - Ensaios e Instrumentação para análise de conversão térmica