DESENVOLVIMENTO DE UM CÓDIGO COMPUTACIONAL CAPAZ DE DETECTAR PONTOS QUENTES EM MÓDULOS FOTOVOLTAICOS EM OPERAÇÃO USANDO IMAGEAMENTO TERMOGRÁFICO

Autores

  • Felipe Resende de Souza PUC-MG
  • Denio Alves Cassini PUC Minas
  • Antonia Sonia Alves Cardoso Diniz GREEN - PUCMINAS

Palavras-chave:

Energia solar, Pontos quentes, Processamento de imagens.

Resumo

A abundância de recursos para a fabricação dos módulos fotovoltaicos de silício os torna mais utilizados atualmente permitindo sua produção em larga escala. Entretanto, devido as diversas características climáticas, são inúmeros os tipos de degradações que afetam o desempenho dos mais variados geradores fotovoltaicos. A grande maioria destas degradações se apresenta em forma de superaquecimentos (pontos quentes). Portanto, este trabalho objetiva avaliar os resultados de um código capaz de detectar pontos quentes em módulos fotovoltaicos em operação, possibilitando assim tomadas de decisões quanto a ações corretivas ou mitigadoras, podendo contribuir para o aumento do desempenho de usinas fotovoltaicas. Para isso, técnicas de processamento de imagens foram aplicadas em imageamentos termográficos para a remoção de ruídos, extração dos módulos fotovoltaicos e análise da distribuição de temperatura dos mesmos, garantindo um reconhecimento, em frações de segundos, de vários módulos fotovoltaicos com pontos quentes, o que viabiliza projetos de redução de custos de mão de obra e de reconhecimento de falhas quando comparados com a metodologia manual aplicada em várias usinas fotovoltaicas.

Downloads

Edição

Seção

Conversão Fotovoltaica - Controle e monitoramento de sistemas fotovoltaicos