ESTUDO DA RELAÇÃO ENTRE PARÂMETROS AMBIENTAIS E TAXA DE SUJIDADE EM MÓDULOS FOTOVOLTAICOS

Autores

  • Daniel Sena Braga PUC Minas
  • Suellen Caroline Silva Costa PUC Minas
  • Antonia Sonia Alves Cardoso Diniz GREEN - PUCMINAS
  • Vinicius Augusto Camatta Santana PUC-MG
  • Lawrence Lee Kazmerski NREL/Univ. Colorado

Palavras-chave:

Taxa de sujidade, Material Particulado, Variáveis Meteorológicas.

Resumo

O acúmulo de sujidades sobre módulos fotovoltaicos (FV), seja poeira, pólen, dejetos de pássaros, sujeiras, ou outros contaminantes, causa significativo impacto no desempenho destes dispositivos. As perdas por sujidade em módulos fotovoltaicos são denominadas taxas de sujidades (SRatio), normalmente, mensuradas através de parâmetros elétricos e térmicos de módulos fotovoltaicos utilizados em estação de monitoramento de sujidade ou sistemas fotovoltaicos. Porém, devido às dificuldades em se obter dados contínuos e de longos períodos (considerando sazonalidade das estações do ano e interanuais) seja de estações ou sistemas FV, pesquisas têm sido realizadas em vários países com o objetivo de identificar a relação entre as variáveis meteorológicas e de materiais particulados (PM) com o processo de deposição de sujidade em módulos fotovoltaicos. Dessa forma, esse trabalho tem como objetivo avaliar o comportamento das variáveis meteorológicas e das taxas de sujidade obtidas através de dados de estação de sujidade de silício policristalino instalada na cidade de Belo Horizonte/MG.

Downloads

Edição

Seção

Conversão Fotovoltaica - Controle e monitoramento de sistemas fotovoltaicos