COMPARAÇÃO DE ALGORITMOS P&O E LÓGICA FUZZY PARA RASTREAMENTO DO PONTO DE MÁXIMA POTÊNCIA DE UM SISTEMA FOTOVOLTAICO

Autores

  • Guilherme Cerbatto Schmitt Prym UNICAMP
  • Susset Guerra Jiménez UFRR
  • João Lucas de Souza Silva UNICAMP
  • Hugo Soeiro Moreira UNICAMP
  • Tiane Do Nascimento Vargas Unicamp
  • Gilson Mario Vieira Machado UNICAMP
  • Marcelo Gradella Villalva UNICAMP

Palavras-chave:

Energia Solar, MPPT, Lógica Fuzzy

Resumo

Resumo. A necessidade por fontes limpas para geração de energia remete atenção para os sistemas fotovoltaicos (FV), que vem recebendo grandes contribuições em pesquisa, para melhoria de desempenho e melhor aproveitamento da energia gerada. As células solares têm sua geração de energia atreladas às condições atmosféricas como incidência de irradiação solar e temperatura. Buscando aumentar a energia gerada foram simulados neste artigo dois algoritmos de seguimento do ponto de máxima potência (Maximum Power Point Tracking - MPPT). O primeiro algoritmo é baseado nas técnicas P&O, comumente utilizada, e posteriormente foi proposto um algoritmo baseado em lógica Fuzzy. As simulações e análises permitem concluir que o controlador com base no algoritmo Fuzzy pode ser uma alternativa aos métodos mais tradicionais, pois permite obter um melhor aproveitamento da potência oferecida pelo sistema FV e melhor rendimento da energia gerada.

Downloads

Edição

Seção

Conversão Fotovoltaica - Tecnologias e ensaios de inversores e outros equipamentos de eletrônica de potência