Simulação e análise de diferentes tecnologias de módulos fotovoltaicos aplicados em uma edificação residencial vertical

Autores

  • Henrique de Araujo Lauffer UNISINOS
  • Georgia Andrade Tomaszewski UERGS
  • Fernanda Haeberle UNISINOS
  • João Batista Dias UNISINOS
  • Paulo Roberto Wander Unisinos

Palavras-chave:

Desempenho energético, EnergyPlus, Geração fotovoltaica aplicada em edificações

Resumo

Um grande desafio para edifícios sustentáveis é reduzir o consumo de eletricidade e, ao mesmo tempo, suprir sua demanda de energia com autogeração. A energia solar fotovoltaica é uma alternativa complementar aos sistemas energéticos tradicionais, por ser uma geração de energia limpa e com possibilidade de ser aplicada diretamente no local de consumo. O objetivo do trabalho é analisar a geração de energia elétrica em uma edificação típica residencial com um sistema fotovoltaico aplicado na envoltória e comparar o desempenho nas diferentes fachadas, localizações geográficas, tecnologias fotovoltaicas e analisar a performance de geração, utilizando para isso o software EnergyPlus. Os resultados mostram que a geração de eletricidade em fachadas não convencionais auxilia no suprimento da demanda e pode produzir energia suficiente para atender o consumo de energia elétrica da edificação. A partir dos resultados de geração, foram criadas relações entre a produção de energia elétrica por área na cobertura considerada ideal, versus a produção de energia elétrica por área em cada fachada vertical. Para Porto Alegre, com exceção da fachada sul, que apresentou uma proporção de 3,3, as demais fachadas possuem desempenho semelhante. A fachada vertical com melhor desempenho é a leste, com 1,73, seguida das fachadas norte com 1,75 e oeste com 1,76. Já em Recife, a fachada vertical com maior desempenho é a fachada oeste, que apresentou uma relação de 1,39, seguida das fachadas leste com 2,2, norte com 2,34 e, por último, a fachada sul com 2,69.

Downloads

Edição

Seção

Arquitetura e Energia Solar - Aspectos arquitetônicos do uso de instalações fotovoltaicas