AVALIAÇÃO DE MÉTODOS DE ESTIMAÇÃO DE PARÂMETROS DE DISTRIBUIÇÕES ESTATÍSTICAS APLICADAS NA ANÁLISE DE VELOCIDADE E DIREÇÃO DO VENTO

Autores

  • Tamara Géssica Gadelha Medeiros UFC
  • Carla Freitas de Andrade UFC
  • Davi Ribeiro Lins UFC

Palavras-chave:

Energia Eólica, Distribuição de Weibull, Distribuição de von Mises

Resumo

A velocidade e a direção do vento são características importantes para a avaliação do potencial eólico de uma região. Existem diversos modelos estatísticos capazes de descrever o comportamento dessas variáveis, destacando-se a distribuição de Weibull para a velocidade e a distribuição de von Mises para a direção. Seus parâmetros podem ser determinados através de métodos numéricos. Utilizando dados anemométricos de uma localidade no Nordeste, este artigo compara oito métodos aplicados para a velocidade: Método Gráfico, Método da Energia Equivalente, Método dos Momentos, Método Empírico, Método da Energia Padrão, Método da Máxima Verossimilhança, Método da Máxima Verossimilhança Modificado e Método da Energia Padrão Modificado. Além disso, o desempenho de von Mises e a influência da altura nos resultados são analisados. Como meios de avaliar os diferentes modelos, os testes estatísticos Raiz do Erro Quadrático Médio (RMSE), Erro Médio Absoluto (MAE) e Análise de Variância (R²) são empregados. Os resultados indicam que o melhor método para Weibull, considerando as características estudadas, é o da Máxima Verossimilhança Modificado. A distribuição de von Mises mostra-se eficiente na análise da direção. Quanto à influência da altura, os modelos apresentaram melhores precisões para alturas mais elevadas. Esse critério também influencia no desempenho do modelo.

Downloads

Edição

Seção

Outras fontes renováveis de energia - Simulação, análise, equipamentos e sistemas de conversão eólica para eletricidade