IMPACTO DA MISTURA B20 DO BIODIESEL DE MAMONA NO ATRASO DE IGNIÇÃO E NA FRAÇÃO DE QUEIMA PRÉ-MISTURADA

Autores

  • Felipe Augusto Ferreira Gomes UNICAMP
  • Mariana Paulinia Bento Pereira UFC
  • Andre Valente Bueno UFC
  • Maria Alexsandra de Sousa Rios UFC

Palavras-chave:

Biodiesel, Liberação de calor, Função de Wiebe.

Resumo

O impacto das misturas de biodiesel derivado do óleo de mamona ao diesel mineral sobre o atraso de ignição e características da combustão foi analisado nesse trabalho. O atraso de ignição foi encontrado usando os dados da derivada da pressão no cilindro e da bomba de injeção. A combustão foi analisada através da fração de combustível queimado na fase pré-misturada da combustão empregando os dados experimentais da taxa de liberação de energia com um novo método de função simples de Wiebe. As medições ocorreram em ensaios dinamométricos em três regimes de carga utilizando-se um motor diesel turbo-alimentado de porte médio. Os combustíveis testados foram misturas B20 de biodiesel e diesel mineral. Os resultados apontam que a mistura com biodiesel apresentou menores atrasos de ignição devido ao maior número de cetano do biodiesel de mamona. Os valores das frações de combustível queimado no modo pré-misturado para a mistura B20 foram superiores aos do diesel, comportamento que também pode ser atribuído à sua longa penetração do spray.

Downloads

Edição

Seção

Outras fontes renováveis de energia - Caracterização, análise, equipamentos e sistemas de conversão energética da biomassa