ANÁLISE FINANCEIRA DA PRODUÇÃO COMBINADA DE ELETRICIDADE E CALOR DE PROCESSO INDUSTRIAL COM ENERGIA SOLAR

Autores

  • Leonardo Faustino Lacerda de Souza UFPE
  • Marcos Diego Albuquerque Costa Paes UFPE
  • CHIGUERU TIBA UFPE

Palavras-chave:

Energia solar térmica, custo nivelado de calor e eletricidade, ciclo Rankine orgânico

Resumo

Calor de processo industrial representa uma grande parte da demanda energética das indústrias. Setores como têxtil, bebidas e alimentos demandam por volta de um terço de eletricidade e, o restante, calor de processo. Simulações utilizando o software System Advisor Model (SAM) foram realizadas para obtenção do sistema solar termoelétrico que visa atender à demanda energética de uma planta de processamento de leite instalada em três localidades no Nordeste do Brasil com diferentes irradiações diretas normais (DNI). A análise financeira mostrou custos nivelados de calor (LCOH) entre 2,52 e 3,38 ¢/kWh-t para tubos evacuados e entre 5,95 e 11,67 ¢/kWh-t para tubos com ar. Os LCOH com uso de tubos evacuados são comparáveis ou até melhores que os custos de calor a partir de gás natural nos EUA e Europa. Já o custo nivelado de eletricidade (LCOE) para o ciclo de Rankine a vapor e ciclo orgânico de Rankine ficaram entre 0,23 e 0,31 US$/kWh-t para os tubos com vácuo e entre 0,63 e 2,73 US$/kWh-t para aqueles com ar. Os LCOE obtidos para tubos evacuados e ORC são comparáveis aos das plantas de grande porte existentes atualmente, mas ainda altos comparados a outras fontes renováveis.

Downloads

Edição

Seção

Mercado, economia, política e aspectos sociais - Estratégias e políticas para energias renováveis