ANÁLISE DOS IMPACTOS DA CONTRATAÇÃO DA ENERGIA ELÉTRICA E DA INSERÇÃO DE MICROGERAÇÃO SOLAR FOTOVOLTAICA SOBRE AS DESPESAS DE UNIDADE HOSPITALAR DE PRONTO ATENDIMENTO

Autores

  • Daniel Odilio dos Santos UFSC
  • Gustavo Xavier de Andrade Pinto UFSC
  • Helena Flávia Naspolini UFSC
  • Ricardo Rüther

Palavras-chave:

Energia solar fotovoltaica, despesas com energia elétrica, análise financeira.

Resumo

Esse trabalho tem por objetivo avaliar os impactos da contratação da energia elétrica e da inserção de microgeração fotovoltaica sobre as despesas com energia elétrica de uma unidade consumidora hospitalar de pronto atendimento alimentada em 13,8 kV (subgrupo A4), localizada em Florianópolis. Os resultados mostraram que a contratação adequada da demanda em tarifa horária verde apresentaria uma economia anual de aproximadamente R$3.900,00. A inserção da microgeração solar fotovoltaica integrada à edificação proporcionaria à UC uma economia anual de aproximadamente R$27.000,00. O estudo da atratividade financeira do sistema fotovoltaico analisado apresentou, para uma taxa mínima de atratividade de 5% a.a., taxa interna de retorno (TIR) de 6% a.a., payback de 11,33 anos e retorno financeiro (VPL) de R$106.818,66. Observou-se que o sistema de microgeração fotovoltaica apresenta atratividade financeira para taxa mínima de atratividade de até 11,3% a.a.

Downloads

Edição

Seção

Mercado, economia, política e aspectos sociais - Impactos sociais, econômicos e ambientais de energias renováveis